Navegar é preciso – Como escolher um bom método?

Por Jose Gaspar em 19 de junho de 2017 às

2017-04-15-12-31-41

Imagine que você tem que atravessar o oceano atlântico de São Paulo até Lisboa de barco e pode escolher entre um caiaque, um iate, uma caravela ou um transatlântico. Qual deles você escolheria?

Para completar a travessia, você precisa escolher um barco robusto o suficiente. Com certeza num caiaque você vai naufragar pelo caminho na primeira tempestade. Claro que mesmo um transatlântico “inafundável” como o Titanic, pode ir a pique se colidir com um iceberg. Mas com certeza, uma embarcação maior teria mais chances de fazer a travessia.

Um bom método para operar na bolsa é como um barco para atravessar o oceano. Você precisa escolher um que seja robusto o suficiente para te proteger das tempestades e que também consiga navegar em mares calmos sem que tenhamos que trocar de barco a cada sinal de nuvem escura no horizonte ou nova previsão da meteorologia.

Primeiro porque as previsões da meteorologia não são precisas, assim como não são os prognósticos do impacto das notícias sobre os preços. Segundo porque trocar de barco a cada nova notícia nos faria estar com o barco errado quando o cenário voltar a ser o ideal para a nossa embarcação.

Assim como um veleiro, no qual mudamos a posição das velas quando os ventos mudam, também na bolsa precisamos ajustar e verificar o método que estamos utilizando em função das condições do mercado. Mas esse é um ajuste das velas apenas e não uma troca do barco como um todo.

Dessa forma, no máximo, o que podemos fazer é deixar de operar quando alguma notícia extraordinária estiver para sair. Mas reformular o método a cada novo cenário seria contraproducente, visto que se o seu método está sofrendo num cenário desfavorável, você nunca sabe quando águas mais calmas vão surgir.

O ideal então é encontrar um barco robusto o suficiente para te proteger das situações catastróficas mais comuns. Ele não precisa ser perfeito, você terá alguns prejuízo com ele, mas no geral você vai conseguir suportar as piores tempestades. Ajustar perfeitamente um setup é o que se chama de overfitting. Funciona muito bem, mas se algo mudar deixa de funcionar completamente. Ainda não se descobriu o Santo Graal dos métodos. Então, seu barco não precisa ser o melhor em todos os cenários, mas deve conseguir navegar sem afundar em qualquer situação.

José Gaspar

Fiquem ligados no Facebook da L&S e na série de vídeos Como Ganhar Dinheiro na Bolsa de Valores.

image8

Share on Google+Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on Twitter

Deixe seu comentário